Campanha salarial: Metalúrgicos exigem aumento real
--
A comissão de trabalhadores e a comissão de empresários voltaram a se reunir na sede da FIEMG, nessa quinta-feira, 27 de setembro, para mais uma rodada de negociações

Campanha salarial 2018/2019: Contraproposta dos metalúrgicos garante aumento real

Publicado em 1 de outubro de 2018 | Notícias

A comissão de trabalhadores e a comissão de empresários voltaram a se reunir na sede da FIEMG, nessa quinta-feira, 27 de setembro, para mais uma rodada de negociações da Campanha Salarial Unificada 2018/2019 dos metalúrgicos de Minas.

Com a insistência da comissão de empresários em manter um índice de reajuste salarial que não repõe nem a inflação, os metalúrgicos, demonstrando disposição em negociar, alteraram sua reivindicação.

Os trabalhadores apresentaram à FIEMG uma contraproposta reivindicando um reajuste salarial de 2,5% mais a reposição da inflação prevista para atingir 3,95%, e aplicação desses índices no reajuste dos pisos salariais.

A nossa pauta mantém a reivindicação do abono único especial de R$ 650,00, para trabalhadores de empresas que não têm a Participação nos Lucros e Resultados (PLR). A FIEMG quer acabar com o
Mantivemos também a posição contrária sobre implementação do banco de horas, positivo e negativo, com vigência de 12 meses, proposto pela patronal.

As propostas apresentadas pela comissão de trabalhadores será apreciada pela patronal e no dia 11 de outubro haverá nova rodada de negociações.

Comentários foram encerrados.