“Esquenta” da Greve Geral em Belo Horizonte

Publicado em 22 de junho de 2017 | destaque, Notícias

Com um “esquenta” para a Greve Geral do dia 30 de junho, a CUT, as centrais sindicais, os movimentos sociais e as Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular dialogaram com a população de Belo Horizonte na terça-feira (20) sobre os efeitos nocivos das reformas trabalhista e da Previdência para a classe trabalhadora e toda a população brasileira. Com ato unitário e panfletagem, a mobilização aconteceu na Praça Sete e a rejeição da proposta de reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais do Senado comprovou que só a união e os movimentos de rua são capazes de derrotar o governo golpista e ilegítimo de Michel Temer.

O “esquenta” para a Greve Geral do dia 30 está sendo realizado por diversas categorias em todo o Brasil. O objetivo é conscientizar a população sobre os graves riscos trazidos pelas reformas apresentadas por Temer, como a trabalhista e da Previdência, assim como o desmonte das empresas públicas. Para beneficiar empresários e banqueiros, o governo tem promovido uma agenda de destruição de direitos e do patrimônio nacional, que joga para os trabalhadores a conta da crise.

O projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados, no final de abril, e agora tramita em comissões do Senado. Na terça-feira, 20, o relatório apresentado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) foi rejeitado pelo placar de 10 a 9. Isto representa uma primeira vitória dos trabalhadores e reforça a importância da mobilização, pois o projeto agora segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Fonte: CUTMG

Comentários foram encerrados.