Fiemg oferece 3,97% de reajuste salarial. Metalúrgicos querem aumento real

Publicado em 15 de outubro de 2018 | Notícias

Houve um avanço importante na negociação da Campanha Salarial Unificada 2018/2019, entre os metalúrgicos de Minas e a patronal, representada pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG).

Durante mais uma rodada de negociações, que aconteceu nessa quinta-feira, 11 de outubro, na sede da Fiemg, a patronal propôs um reajuste salarial de 2,5%, em outubro, mais 1,47% em janeiro de 2019, totalizando 3,97%.

A Fiemg também apresentou uma proposta de abono único especial, para empresas que não têm PLR, no valor de R$ 479,00, além de reajustar em 3,97% os valores de abono de férias, creche, transporte e alimentação.

Sobre a cláusula que trata da compensação de jornada, a patronal reduziu o prazo de vigência de 12 para 6 meses.

Os metalúrgicos apresentaram uma contraproposta de reajuste salarial de 3,97%, em outubro, e 1% em janeiro de 2019. Abono único especial no valor de R$ 500,00 e adicional de turno após às 05h00.

Os trabalhadores reivindicam estabilidade no emprego até 31 de dezembro, depois da assinatura da convenção.

A próxima reunião de negociação será dia 16 de outubro, a partir das 09h00, na Fiemg.

Comentários foram encerrados.