Metalúrgicos do Ceará conquistam reajuste de 9,83%

Publicado em 23 de agosto de 2016 | destaque, Notícias

Os metalúrgicos do Ceará aprovaram na última quinta-feira (18) em assembleia a proposta de acordo salarial que encerrou a campanha salarial 2016. A mobilização dos trabalhadores junto ao Sindicato dos Metalúrgicos do Ceará foi crucial para que o setor patronal reavaliasse a proposta inicial de 5% de reajuste e avançasse nas rodadas de negociações. Paralisações foram realizadas em grandes empresas e contribuíram de forma efetiva para a conquista do reajuste salarial de 9,83%.

A assembleia reuniu centenas de trabalhadores e foi conduzida pelo presidente da entidade, Fernando Chaves. Para o presidente, os trabalhadores não podem ser prejudicados com o velho discurso de “crise” alegado pelos patrões. “Lutamos arduamente durante as rodadas de negociações e não aceitaremos que a classe trabalhadora seja prejudicada com reajustes que não atendam as necessidades do metalúrgico e de sua família. Agradecemos a participação de todos vocês que fortalecem o sindicato”, afirmou.

Durante a assembleia foram expostos os valores e percentuais para que os trabalhadores presentes pudessem avaliar e votar pela aprovação ou rejeição dos índices. Com a manutenção das cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) anterior, a Participação nos Resultados (PR) e piso salarial no valor de R$ 940,97 (novecentos e quarenta reais e noventa e sete centavos), reajuste de 9,83% (para salários até R$ 1.500), 8,5% (para salários de R$ 1.501 até 3.000) e valor fixo de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais) para salários acima de R$ 3.000, foram colocados em votação, sendo aprovado por unanimidade.

A categoria aprovou também e que o pagamento do retroativo seja pago com referência ao mês de maio, data-base da categoria e em duas parcelas, sendo a primeira dia 30 de setembro e a segunda para outubro.

Fonte: Imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos do Ceará

Comentários foram encerrados.