Sindicato faz manifestação na Vallourec contra banco de horas

Publicado em 29 de junho de 2018 | destaque, Notícias

 

A direção do Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem e região realizou manifestação na Vallourec, região do Barreiro, na manhã dessa sexta-feira, 29 de junho, contra a implantação do banco de horas, contra o assédio moral e pela defesa dos empregos.

A mobilização ocorreu no interior da fábrica, e teve início às 7h00, no momento em que os trabalhadores (as) chegavam para iniciar o turno de trabalho. Além da fala dos dirigentes do alto do caminhão de som, o boletim do sindicato foi entregue aos funcionários.

“Viemos aqui hoje mostrar para os trabalhadores que o sindicato está atento e lutando em defesa dos companheiros. Não podemos permitir que a empresa, depois de ser derrotada na votação com os metalúrgicos sobre o banco de horas, pressione os companheiros a assinar o acordo individualmente. Isso é o que esta acontecendo, porém não podemos ficar calados diante dessa atitude autoritária”, declarou Geraldo Valgas, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos.

“Ao mesmo tempo em que a empresa quer implementar o banco de horas, vários trabalhadores temem ficar sem emprego em função do fechamento de um alto-forno. A Vallourec diz que não vai demitir, mas a mesma coisa foi dita quando situação semelhante aconteceu e a empresa não manteve a palavra, demitindo um elevado número de trabalhadores. O nosso papel aqui é também defender a manutenção dos empregos”, ressaltou Paulo Roberto (Paulinho), secretário geral do sindicato.

O sindicato também fez um ato em desagravo ao assédio moral praticado por alguns “chefes”. Várias denúncias estão sendo feitas ao sindicato. Durante o protesto, os trabalhadores disseram aos sindicalistas que estão sofrendo muita pressão dentro da fábrica.

A direção do sindicato vai apurar essas informações e buscará o diálogo com a empresa com o objetivo de garantir que os direitos dos metalúrgicos (as) sejam respeitados.

Comentários foram encerrados.