Sindicato inicia trabalho contra fechamento da Stola do Brasil

Publicado em 27 de abril de 2022 | destaque, Notícias

O Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem e região organiza várias frentes de luta contra o fechamento da Stola do Brasil. Durante reunião com a empresa, nessa terça-feira, 26 de abril, a Stola demonstrou está caminhando para o encerramento das atividades no país.

Ao Sindicato, a empresa relatou ter perdido vários contratos com a Fiat, seu principal cliente. Segundo apurou o Sindicato, a Tiberina, localizada em Juatuba, é quem está fornecendo para a montadora de carros italiana.

Há 24 anos instalada em Belo Horizonte, a Stola produz peças e carrocerias para os carros da Fiat. A fábrica emprega atualmente pouco mais de 500 trabalhadores, mas já chegou a ter mais de 5 mil funcionários e ocupou o segundo lugar no ranking das maiores indústrias de BH.

Além de mobilizar e organizar a luta com os trabalhadores da Stola, o Sindicato vai se reunir com a Fiat, com o governo do Estado e com a Prefeitura de Belo Horizonte para buscar alternativas contra o fechamento da empresa.

Nesta quarta-feira, 27, às 15h00, será feita uma assembleia com os trabalhadores da fábrica para eleger uma comissão que irá acompanhar todo o processo de negociação.

“O indicativo de fechamento de mais uma fábrica no país é o resultado da falta de uma política industrial e econômica eficientes por parte do governo federal. Desde quando Bolsonaro assumiu, a Ford, Mercedes, Audi, Sony, entre outras deixaram de produzir no Brasil, contribuindo para o aumento do desemprego, do subemprego e da miséria”, relembrou Valgas, presidente do Sindimetal.

Comentários foram encerrados.